A concessionária Águas de São Francisco promove na próxima segunda, 11 de junho, uma reunião pública para discutir a implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto que vai atender a região das praias. A iniciativa reafirma o compromisso da empresa com a transparência e respeito com a população local. A reunião, com início às 19h, será na Escola Básica Municipal Ida Beatriz Brunato de Camargo, no Majorca.

“Mesmo não tendo sido exigida pelo órgão ambiental, a concessionária faz questão de discutir o tema publicamente e de forma transparente”, afirma Ricardo Miranda, diretor presidente da Águas de São Francisco do Sul. Para a reunião, foram convidados representantes da prefeitura, Câmara de Vereadores, associações de moradores, entre outras entidades.

O objetivo é esclarecer as principais dúvidas sobre a Licença Ambiental Prévia (LAP), a implantação da ETE e seu sistema de funcionamento. Com a aprovação da LAP, o projeto segue agora os trâmites legais para a obtenção da Licença de Ambiental de Instalação (LAI). A expectativa é que a Águas de São Francisco do Sul consiga cumprir todas as condicionantes necessárias para a próxima etapa de liberação do projeto dentro de 60 dias.

Com a ETE, todo o volume de esgoto in natura que hoje é despejado nos rios, praias e outros locais – mais de 5 milhões de litros por dia – terão a destinação correta. A concepção do sistema total para São Francisco do Sul abrange quatro estações: a do Majorca, para tratar da região das praias; uma para tratar da região central; uma para o Ervino; e outra para a Vila da Glória.