A diretoria da Águas de São Francisco do Sul participou quinta-feira, dia 10, de uma reunião com a Câmara de Vereadores do município. O encontro teve como objetivo esclarecer o Legislativo sobre o que provocou falta de água e baixas pressões, principalmente nas regiões das praias, entre o final de 2018 e os primeiros dias de 2019. O presidente da concessionária, Carlos Roma Jr, e o gestor operacional da Águas de São Francisco do Sul, Matheus Felipe Cunha da Silva, explicaram aos vereadores que as altas temperaturas em um começo de verão atípico, com pouca chuva e ocorrências de precipitações apenas em áreas isoladas, agravaram a situação do abastecimento na cidade.

Comparativamente a temporadas anteriores, São Francisco do Sul registrou neste começo do ano um dos piores cenários de seca de todos os tempos, o que provocou a queda nos volumes de água nos pontos de captação administrados pela Águas de São Francisco do Sul. Para a próxima temporada, a concessionária anunciou a realização de estudos para aumentar a capacidade de captação nos pontos menos suscetíveis aos efeitos da estiagem.

Os representantes da concessionária também responderam aos questionamentos dos vereadores e ouviram sugestões e principais demandas. Além disso, apresentaram a estrutura de gestão da empresa e as principais realizações desde que assumiram os serviços de abastecimento de água cidade. “Estamos abertos para questionamentos da população e das autoridades. Por meio desta aproximação com o Poder Legislativo conhecemos de perto as necessidades dos clientes, melhorando assim a qualidade do nosso trabalho e proporcionando o bem-estar de todos”, frisou Carlos Roma Jr.

Também na quinta-feira, os representantes da concessionária participaram de uma reunião com a União Francisquense de Associação de Moradores (UFAM).